fbpx

Seguro Multiriscos. A sua casa está protegida?

Vale a pena ter um alarme casa

Seguro Multiriscos. A Sua casa está protegida?

PROTEGA A SUA CASA

Quando compra uma casa nova há um seguro que é obrigatório efetuar para sua segurança e/ou dos outros condóminos que é o seguro multirriscos. Este tipo de seguro, apesar de ser bastante útil quando tem imprevistos provocados na sua habitação que provoca danos na mesma ou nas habitações dos seus vizinhos, acaba por ser muito discutível, pois nem todos os tipos de seguro têm as mesmas coberturas, e as exclusões são muitas. Por isso, quando for fazer um seguro habitação multirriscos leia muito bem a apólice em questão pois pode pensar que está assegurado contra qualquer eventualidade e na prática não é assim.

 

COBERTURAS OBRIGATÓRIAS

Aconselhamos a que o seu seguro tenha as coberturas de incêndio, que é uma das mais importantes, furto ou roubo, danos por água, privação temporária do uso da habitação e responsabilidade civil extracontratual (prejuízos causados a terceiros involuntariamente), queda de raio ou explosão, fenómenos sísmicos, tempestades, inundações, demolição e remoção de escombros e aluimento de terras.

Estas são as principais coberturas que deve procurar quando realizar o seguro, mas há outras opcionais, importantes ou não consoante a situação individual de cada um, que também poderão ser associadas à apólice. Por exemplo, riscos elétricos, danos estéticos, acidentes pessoais na residência, assistência ao lar, equipamento informático e responsabilidade civil familiar são algumas das coberturas não obrigatórias, mas que lhe podem ser úteis pagando um valor extra.

Se tiver determinados bens dentro da moradia poderá optar pelo seguro de recheio e caso viva numa moradia em vez de um apartamento, também poderá ter outras coberturas de interesse como reconstituição de jardins ou quebra de antenas parabólicas ou painéis solares. Na hora de fazer o seguro, aconselhe-se com a sua seguradora acerca das coberturas que mais lhe são favoráveis.

CONHEÇA AS EXCLUSÕES DAS COBERTURAS DO SEGURO MULTIRISCOS

Nas exclusões, há um sem número de situações que passam ao lado quando efetua a apólice e que só fica a saber que não é coberto quando recorre efetivamente o sinistro. De acordo com um último estudo da DecoProteste, deixamos aqui alguns exemplos de exclusões nos vários tipos de cobertura:
– Na cobertura de incêndio, queda de raio ou explosão, não inclui danos por curto-circuitos. Só os riscos elétricos incluem esta causa para que possa ser indemnizado;
– Na cobertura de danos por água, as infiltrações lentas não estão incluídas:
– Furto ou roubo no caso de obras no prédio ou no caso de ter sido um familiar ou pessoa conhecida a roubar ou furtar também não são elegíveis;

– Prejuízos causados por entradas das chuvas na sua habitação através de portas, janelas ou outros não estão cobertos nos danos por tempestades;
– Se deixou uma torneira aberta por esquecimento, esse dano também não é coberto pela seguradora;
– Qualquer racha na parede ou teto é considerada defeito de construção, assim como se acontecer um aluimento de terra e verificarem que o edifício tem defeitos de construção, também não é elegível para indemnização;
– Para danos resultantes do mar, também não é fácil conseguir a prova para ser indemnizado, precisa de um documento de IPMA (Instituto Português do Mar e Atmosfera) e tem de provar que a intensidade da chuva foi extrema, 10 milímetros de precipitação em 10 minutos;
– Bens imóveis existentes ao ar livre

SEGURO MULTIRISCOS-01QUANTO CUSTA O SEGURO MULTIRISCOS?

Há muitos outros motivos que não são cobertos pelo seguro. Mas variam consoante a companhia de seguros e, claro, a pessoa que analisa o mesmo após ele ter ocorrido. Os custos que este seguro multiriscos acarreta são variáveis de seguradora para seguradora.

Mas há pontos em comum que podem fazer baixar ou aumentar o valor.
As características do imóvel, se é habitação permanente ou de férias e a localização da mesma são fatores importantes. Influencia, também, o ano do imóvel, o seu estado de conservação. Se a residência é só para habitação própria ou se também será para comércio e o facto de ter medidas de segurança e proteção na sua habitação.

O importante é informar-se bem antes de fazer o seguro e proteger a sua casa contra eventuais acidentes, assim como salvaguardar-se contra acidentes que podem acontecer aos seus vizinhos com origem na sua habitação. O investimento que está a fazer hoje vai fazer com que poupe no futuro.