Advogados online são uma realidade!

ADVOGADO ONLINE 2

Advogado online já é uma realidade!

O mundo mudou com as novas tecnologias, e todas as áreas tiveram que acompanhar essa evolução tecnológica. A advocacia não fugiu à regra. Muitos advogados têm vindo a apostar na modernização conseguindo angariar novos clientes através da internet.

Advogado online já é uma realidade!

Os advogados online, basicamente, tiram algumas dúvidas sem a necessidade de se dirigir a um consultório e pagar uma consulta na íntegra. Maioria dessas dúvidas prende-se com uma questão jurídica. Como devo fazer? Esta situação é legal?
Os advogados online, conseguem chegar a todos, desde residentes no centro de Lisboa a residentes no interior transmontano.

 

 

O que é tratado pelo advogado online?

Estes serviços de advocacia tratam de todas as questões jurídicas, englobando a generalidade das áreas do direito. No entanto, em casos que o processo seja mais complexo poderá e deverá deslocar-se ao escritório do mesmo. Digamos que os advogados online são um ponto de partida, um primeiro contacto.
Exemplos:

  • Direito comercial – Precisa de saber qual a taxa de juros de mora que deve cobrar a um cliente com créditos vencidos.
  • O Direito da família – Quer divorciar-se com mútuo acordo, e não sabe qual o primeiro passo, onde tem que se dirigir, o que fazer.
  • Direito laboral – O seu patrão obrigou-o a fazer horas extras. É legal? Facilmente obterá uma resposta.
  • Acidentes de viação e de trabalho – A primeira abordagem, na mediação com as seguradoras, seguros auto, seguros de saúde ou seguro de trabalho.

Existem imensas situações do quotidiano que é possível um advogado esclarecer em minutos, sem necessidade de posterior acompanhamento. Uma solução rápida e eficaz

Como funciona, tenho que ter algum programa?

Depende do gabinete, ou da sociedade de advogados contactada. Alguns disponibilizam um chat de conversação no próprio site, mas a maioria ainda recebe as questões via e-mail.

ADVOGADO ONLINEAlternativas económicas de apoio jurídico

O acesso a apoio jurídico não é barato, mas hoje em dia existem algumas alternativas, em que é possível obter apoio jurídico gratuito ou a um preço muito reduzido.

  • Segurança Social – O estado, através da segurança social, disponibiliza a pessoas com baixos rendimentos e poucas condições económicas, apoio jurídico gratuito. Para tal, informe-se junta do balcão da segurança social da sua área de residência. Nem sempre é um serviço rápido, mas uma consulta pode ser produtiva, resolvendo de imediato o seu problema, sem recurso judicial.
  • Juntas de Freguesia – Também as juntas de freguesia podem auxiliar em questões jurídicas e em fornecimento de informação adicional.
  • Associações – Associação Industrial ou comercial, garante aos associados apoio jurídico.Também a DECO proteste disponibiliza devido aconselhamento jurídico. Por norma, não terá que pagar nada mais que a mensalidade habitual.